terça-feira, 30 de agosto de 2011

Hoje a sociedade valoriza e estimula as diferenças ou incentiva os indivíduos a buscar a uniformidade e a isolar aqueles que são diferentes?

http://weheartit.com/entry/14052016

Atualmente nossa sociedade é composta por indivíduos que tem como antecedentes aqueles que vivenciaram uma época de preconceito, este ainda muito presente, e parte desses ao verem seus filhos acompanhados com homossexuais ou pessoas de cor acabam por agir de forma indiferente, mas, apoiando seus filhos a agir da forma que não haja a presença da indiferença. Assim, a cada passagem de geração temos a menor consolidação do preconceito ou sua maior incentivação, pois muitas famílias exigem e provocam no filho a reação de seguir rigorosamente seus atos ou apenas parte deles.
Hoje existem projetos que auxiliam aqueles que são considerados diferentes ou apenas mais fracos, entre eles: a cota para negros, a diminuição do salário em algumas profissões para as mulheres e a relação da palavra diferente como algo que não se encaixa na sociedade, então não deveríamos dizer: "a nossa sociedade incentiva os indivíduos a  buscar a uniformidade e a isolar aqueles que são diferentes", pois se o fizesse, atualmente teríamos profissões, casas, roupas, música e ruas 'fora do comum' apenas para aqueles que não se encaixam em um determinado padrão.
Dessa forma, deveríamos considerar que "hoje a sociedade valoriza e estimula as diferenças" de forma que não seja tão percebida e não cause tanto impacto, pois cada um pode ter um conceito sobre algo, mas quem impõe restrições a este não é a população e sim, as regras de uma minoria.

Um comentário:

Naty Araújo disse...

Gostei do texto, muito bem elaborado. Usou os métodos atuais para debater um assunto complicado, porém já muito comentado na sociedade. Gostei!
A equipe Bloínquês agradece a sua participação.
Sua nota pode ser vista no tópico resultados da semana.
Atenciosamente, Natalia Araújo – moderadora da edição opinativa.