terça-feira, 17 de maio de 2011

tsc....

http://weheartit.com/entry/9222593


Imagine se um dia, você estivesse indo ao banco, ao supermercado ou estivesse realizando alguma prova, e alguém olha para você e diz “espere um minuto, você tem alguns benefícios, você é diferente de todos nos aqui, que tal aproveitar-se deles? Até por que, você os ganhou por ser diferente, alguns de nós gostaríamos de ser assim, mas muitos odeiam pessoas assim.” Seria realmente estranho, não seria? Mas, não seria ainda mais estranho, se dizerem que por você ser diferente, não pode ter nada em comum com o resto da população?
É estranho pensar assim, por que vivemos num país de maior diversidade cultural e étnica, e mesmo assim, todos tentam achar um modo de prejudicar alguém, ou de mostrar que o preconceito sempre vai existir, e que não adianta lutarmos contra ele, sempre vai haver alguém para nos dar um tapa na cara, para percebemos a realidade, ou até mesmo, para tentar nos impor alguma forma de que deve existir diferença entre nos, mas apenas uma pessoa é perfeita, e que os outros, não passam de outros.
Mesmo com milhares de pessoas tentando nos dar esse tapa, ainda existe órgãos que reconhecem que as pessoas SÃO IGUAIS SIM! E que merecem direitos iguais, não importa a escolha sexual, a religião, o estilo musical, o que importa é que essa pessoa é como qualquer outra.
Digo isso, por que sou a favor, da decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de reconhecer a união de homossexuais, por que assim como TODOS, homossexuais são pessoas, tem sentimentos, e também querem ter uma vida, mas muitos não podem, por enfrentar o preconceito, mas muitos deles se orgulham disso, como o fato de alguns poderem ter filhos, graças à medicina (inseminação artificial) e que se sentem felizes com essa escolha (li algo sobre numa revista, em que um casal de mulheres teve gêmeos graças à inseminação artificial e se orgulhavam quando perguntavam “quem é a mãe?” e respondiam que ambas eram a mãe).
O que quero dizer, é que na maior parte de nossas escolhas, decisões, devemos sempre nos impor no lugar de uma pessoa, e imaginar como seria viver daquela forma, quero dizer, imagine, viver numa sociedade, que não te considera como pessoa por causa de uma determinada opinião ou posição, mas que se não houvesse conhecimento de tal ato, estaria te apoiando em tudo. Então, vamos por um fim logo há esse preconceito idiota?

ps: estava sem criatividade para o título, para quem geralmente assiste animes ou algo assim, o "tsc" vai para o preconceito.
60ª Edição Opinativa - Decisão do STF

Um comentário:

Millena Blogueira disse...

Passa lá no meu blog.Tem um selo pra ti lá.