segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

RadioHead



RadioHead - High And Dry


Two jumps in a week, I bet you think that's pretty clever don't you boy.
Flying on your motorcycle, watching all the ground beneath you drop.
You'd kill yourself for recognition, kill yourself to never ever stop.
You broke another mirror, you're turning into something you are not.

Don't leave me high, don't leave me dry
Don't leave me high, don't leave me dry

Drying up in conversation, you will be the one WHO cannot talk.
All your insides fall to pieces, you just sit there wishing you could still make love
They're the ones who'll hate you when you think you've got the world all sussed out
They're the ones who'll spit at you. You will be the one screaming out.

Don't leave me high, don't leave me dry
Don't leave me high, don't leave me dry

It's the best thing that you've ever had, the best thing that you've ever, ever
had.
It's the best thing that you've ever had, the best thing you've had has gone away.

Don't leave me high, don't leave me dry


sábado, 19 de fevereiro de 2011

Pode até doer.

http://weheartit.com/entry/7266782

          
        É como se a maioria das causas, a maioria dos problemas, a maioria das pessoas, me procura-se para aliviar a dor. Escutar de tudo, ver de tudo, tentar resolver e se aproximar, tentar sorrir quando a dor está dentro de ti, quando o teu coração começa a doer por está ou muito cheio, ou vazio demais. Quando parece que nem mesmo uma boa música que te anima te faz bem, e logo você parte para a parte mais triste, se joga na cama para chorar e questionar de todos os motivos possíveis de tudo acontecer, ou até mesmo deitar no chão encostar o ouvido no piso, e imaginar como seria se você não tivesse existido.
          Deitar num canto qualquer, comer uma caixa de chocolate, ligar o som, e por ali ficar, ter momentos de nostalgia, sentir-se a beira do fim, sentir que não adianta tentar se erguer, pois, uma hora ou outra alguém vai te derrubar, ou até mesmo você faz algo que questione os seus próprios motivos de continuar caminhando para não cair.
          Até que aparece alguém que te levanta, alguém que te apóia alguém que já sentiu as mesmas dores, ou apenas senta do teu lado, mesmo que seja para não dizer nada, e ficar ali, tentando aliviar tua dor. Cada dor passa com um devido tempo, mas, não sozinha ou sem esforço, quando percebemos que sempre há alguém do nosso lado, para nos dar um “tapinha” nas costas, ou apenas para dizer "vai ficar tudo bem", seja este amigo, mãe, pai, irmão (ã), sempre há alguém que te apóie e alivie todo o tormento do tempo.

48ª edição opinativa.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

30 anos

http://weheartit.com/entry/7174139


" Eu quero ter 30 anos ".

       O futuro vai chegar, e junto com ele a idade, vou completar 30 anos e provavelmente estarei em algum emprego, se conseguir conquistar os meus sonhos, poderei estar numa boa casa no Canadá.
      Mas imaginar, como será ter 30 anos, ou como será daqui 30 anos é como tentar arrastar toda a minha vida para frente. Tenho 16 anos, mas mesmo assim, penso daqui 1 ou 2 anos adiante, não me vejo velha, sem completar qualquer coisa, sem fazer nada do que queria, me vejo com 30 anos com uma cara cansada, correndo de um lado para o outro, fazendo serviços, sorrindo para o nada, sonhando como era bom ter 16 anos. Não pretendo me casar, nem ao menos ter filhos, imagino aproveitar, sorrir, curtir, me badalar, mas, imaginar isso com esta pouca idade é facil, agora tentar vivenciar isso, vai ser totalmente impossível, provavelmente estarei junta de alguém, provavelmente a responsabilidade vai comandar a minha vida, e terei de viver como uma pequena "escrava" dos meus pesadelos, mas o que poderei fazer? Me aposentar e sair por ai com a pouca grana que tiver e morar num ilha, e por lá viver? Quem iria querer isso?.
     Talvez eu me torne fraca, e abandone tudo, por não conseguir nada, ou até mesmo seja forte, e vivencie cada momento, saindo cada vez mais do fundo dos meus sonhos.
      Mas, ainda não quero pensar nos meus 30 anos, vou deixar o tempo tomar o teu rumo.

--------

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Basta experimentar.

http://weheartit.com/entry/7115597
   Eu preciso dizer que está tudo certo, que o meu pensamento não é incerto, que meu coração não vai cair que meus olhos não vão doer que minha boca não vai arder, minhas mãos não vão tremer. Mas é só em pensar em te ouvir, ou até mesmo te ver sorrir, sinto que tudo desandou que minhas promessas de abandonar a dor já se apagaram.
      Pulei de um penhasco, para cair em seus braços, desviei o olhar, comecei a chorar. Entre tapas e beijos me deixei seduzir, entre olhares me deixei conduzir, entre seus braços me perdi. Deixei-me levar pela louca vontade de querer experimentar uma droga viciante, a carência e vontade de sorrir.

------

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

*-*

http://weheartit.com/entry/6103833

" O mundo girava em torno de sua dor, e, de tal maneira lhe pesava sobre a alma insatisfeita e sofredora, que ele não soube traduzi-la senão como imprecações desesperadas e alucinantes. Não há quase um verso seu em que não haja um grito contra a opressão do ambiente que o cercava".

 Procurou através de suas poesias, transbordar toda a sua mágoa, pelas humilhações que passava, motivadas pela sua cor. Sua linguagem era impregnada de vocábulos que davam um vigoroso ritmo evocativo, seguidos de delírios constantes.

( João da Cruz e Sousa - Poeta simbolista brasileiro)

 

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Deixe.

http://weheartit.com/entry/6865156

Atormentados pelo tempo, sugados pela ironia, motivos de risos, palavras ao vento, coração vazio, olhos escuros não conseguem ver, palpitação nas mãos, cabelos caindo, sorrisos sem vida, estilo sem motivo. Vida totalmente perdida, tudo desaparece, a vontade de viver se torna nula, os números tornam-se negativos, o tempo passa para avisar a derrota, não adianta correr, nem ao menos se esconder, o tempo, a tristeza, a falta de vontade, anda reinando por aqui, tomando controle dos corpos frágeis, para poder dizer que havia avisado e que não se importa com o que sentimos, muito menos com o que queremos, devemos fazer o que ela quiser, devemos dizer o que não nos torna feliz, devemos deitar, e esperar que os dias melhorem, enquanto os outros estão a sorrir, e a mente perturba, para avisar que o fim está chegando, e que não há mais tempo, não se deve guardar, nem ao menos juntar, mesmo que nos alertem nunca, fazemos nada. Deixamos nos levar.

------

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

-----------

Hey Hey! Chega de ficar o dia inteiro em casa, comendo chocolate, acordando tarde, indo dormi de madrugada, ficar na frente do computador até não querer mais! CHEGA! As aulas começaram, e juntamente as dores de cabeça, agora é a hora de enfiar as caras nos livros, de ficar, como a prof.ª de matématica/física diz, mais de 5 horas estudando.
Mas, quem vai ter toda essa capacidade? nunca cheguei a enfiar minha cara num livro e ir dormir de tarde por que estava estudando para uma prova, ou por que estava curiosava para aprender um assunto novo. Eu sou como qualquer outro estudante convencional, que aprende o que se é dado na escola, mas não aprende o que fica para sempre na cabeça, aprende o que é necessário para se fazer numa prova e logo mais esquecer. Mas é claro que valorizo aqueles que tem o belo dom, de não esquecer, pois praticaram a mente para trabalhar, fizeram o que muitos não fazem, trabalharam com o cérebro. Jamais chegamos a ultrapassar os 10% que utilizamos.

Enfim *-*, hoje foi o dia de volta as aulas, e digo, que odeio aglomeração de pessoas, gente nova, pessoas estranhas, arghh como eu odeio isso. Mas foi até que um dia divertido, para quem estava a chorar assistindo supernanny. O que me resta é esperar por esta tragédia de ano .---. dizem para aproveitarmos este ultimo ano, por que vai ser a ultima vez que veremos os amigos, mas como, se nos enxem de matérias? '-'

-----------

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Bad Religion - Sorrow ( tradução )



Pai, você pode me ouvir
Como eu o desapontei?
Eu amaldiçôo o dia em que nasci
E todo o sofrimento neste mundo

Deixe-me levá-lo para a terra da magoa
Onde todos os homens bons são humilhados
Somente para cumprir uma aposta que não pode ser vencida
Entre um pai orgulhoso e seu filho
Você vai me guiar agora, para eu não poder ver?
Uma razão para este sofrimento e esta longa tristeza
E se toda alma viva pudesse ser honesta e forte
Bem, então eu imagino

(Não) haverá sofrimento
Sim, (não) haverá sofrimento
Não haverá mais sofrimento

Quando todos os soldados abaixarem as suas armas
Ou quando todos os reis e todas as rainhas abandonarem suas coroas
Ou quando só o verdadeiro Messias vier nos salvar de nós mesmos
É facil imaginar

(Não) haverá sofrimento
Sim, (não) haverá sofrimento
Não haverá mais sofrimento

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Dica: Mochila personalizada.

 -------------

Pegando essa dica do blog ManiasDeOtaku  resolvi postar aqui, como a "Lawlie" personalizou uma mochila. Até por que, "rodei" alguns sites e não achei nada que ensina-se como personalizar, somente o Manias de Otaku ^^

Bem, há várias formas de personalizar uma mochila, enxendo ela de chaveiros, bottons, entre outras coisas.   O Mania de Otaku, personalizou uma Aka-pasta ( mochila da Akatsuki )

  
Aka-pasta
 " Pra modificar um pouquinho suas coisas com imagens de animes ou mangás é só começar a inventar mesmo. Na Aka-pasta a única coisa que eu precisei fazer foi desenhar as nuvens em um pano branco, recortá-las e depois pintá-las com tinta Acrilex para tecido vermelha, deixando a borda branca, é claro. Depois que a tinta secou, com cola para tecido, eu colei as nuvens em toda mochila.

Está pronto!! Pra isso só se gastou a tinta, a cola, um pedaço de pano (pode ser de uma camiseta velha) e sua própria mochila preta. Lembrando que o efeito só funciona em mochilas de pano. Em sintético é mais fácil colar com cola-quente.

Você pode também na mochila da Akatsuki colar fitas de cetim vermelho ou pendurá-las no zíper. É só amarrar. "

  -------------