segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Lembranças

51ª edição visual - Projeto Bloínquês



Juliet vasculhava mais uma vez, todas suas cartas, todas as suas memórias reservadas em fotos, em imagens que representava o que sentia, quando, em meio a uma caixa abandonada, achou, uma velha lembrança, uma foto que revelava o quanto amava o seu marido, que havia partido à dois anos, e mesmo assim ela se manterá fiel a todo aquele sentimento, impedindo que de qualquer forma os dois se separassem pois ela sabia, que mesmo que ele tivesse ido, ainda poderia sentir o amor dela.
Era de tarde, estavam sentados na praia,o sol já estava a ir, quando o seu marido, pôs um breve pano em seus olhos, evitando que ela enxerga-se algo, Juliet riu imediatamente e perguntou a ele o que ele queria fazer, ele, ignorou a pergunta, e suavemente a ergueu, guiou a por um caminho. Juliet confiava nele, e apenas se deixou levar, mas não tirava o sutil sorriso de sua face. Ele a parou num ponto. Havia chegado, ele a fez sentar de joelhos na areia, e suavemente beijou sua face, tirando o pano de seu rosto. Juliet ficou fascinada, apenas sorriu e o abraçou. Era uma bela paisagem, a cama que tanto falava quando lia sua velha revista, velas espalhadas pelo chão, era tudo tão maravilhoso.
Juliet adorava se lembrar daquele momento, foi a primeira lua-de-mel deles, e ela nunca havia se divertido tanto, com um homem tão carinhoso como ele, agora com seus  46 anos de idade, aproveitava a viúves sozinha, sem poder agradecer por tudo que aquele homem havia feito a ela. Imediatamente começou a chorar, gostaria tanto que ele estive-se ali, ele a alegrava nos momentos difíceis.
Mas agradecia por ter tido um filho com ele, um garoto tão bondoso e bonito, lembrava tanto o jeito do pai, que Juliet o tratava com ainda mais amor. Ela queria tanto, ele de volta.


Nenhum comentário: