quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Itapira ,13 de janeiro de 2011

Ao querido, Bloínquês

     Pode parecer um tanto que estranho, começar de forma tão informal, mas estando esse pouco tempo junto de vocês, me senti tão a vontade, que não via motivos para dizer-lhes "Sr." ou "Srª" apenas "Amigos", pelo simples fato, de terem me dado tanta oportunidade, mas eu sei, que não foi somente há mim que essa oportunidade foi dada, queria tanto, poder segurar a mão de cada membro deste projeto, dizer-lhes o quão feliz estou por perceber a capacidade de vocês, de incentivarem cada vez mais as pessoas, de criarem um novo significado há "criatividade", e darem um novo sentindo há um Blog.
    É tão agradável, ler, pensar, enfrentar cada desafio que vocês propõem; meus caros, não irei conseguir expressar em palavras singelas tudo que está aqui, palpitando ferozmente no meu peito, pois, são tantas coisas, que não caberiam em tão poucas palavras, parecem tão vazias, que quando observadas de perto, é possível perceber, que em cada letra há uma quantidade enorme de carinho, amor, e de agradecimento.
    Não que eu diga isso, de boca para fora, de letra por letra, eu só digo, para mostrar para vocês como são incríveis, e ainda superaram qualquer limite humano, mostrando toda a capacidade que têm. Quero que sigam apenas um conselho meu, de amigo para amigo, nunca desistam, vocês tem uma grande capacidade. E não há vitoriosos e perdedores no mundo das letras, apenas, conquistas, aprendizado, e sutilmente uma gota de amor, que cada um de vocês trouxe a nós.

                                                                                                                   Obrigada por tudo.
                                                                                                                        L i í.

26ª EDIÇÃO CARTAS - AO BLOÍNQUÊS

Nenhum comentário: