quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Sabe, quando tem momentos, não momentos bons ou ruins, mas momentos que você não sente praticamente nada, por mais que queira, você não consegue pensar em uma maneira de parar, de ser tão fria com alguém, de querer sorrir, mas não conseguir por que nada, nada mesmo, consegue sair de dentro de você?
Claro que existem motivos para nós (eu) estarmos assim, mas, é tão estranho tentar descobrir o porquê, desse motivo. Às vezes é a nossa família, nossos amigos, nossas atitudes, nossos pensamentos, que por mais que sejam  bons ou ruins, sentimos uma ponta de vontade de querer sumir de tudo, justo quando parte de tudo isso, começa a desmoronar, e você pensa como será sua vida adiante, não adianta lutar, nem ao menos tentar levantar a cabeça, tudo, continua em declínio.
Sinto-me perdida num mundo que não criei, numa felicidade que não vivi, em pessoas que não estão aqui, e por mais que eu tente sorrir para alegrar aos outros, ele parece tão vazio, que nem faz diferença. Eu só queria entender o porquê, de eu estar assim, o porquê das coisas acontecerem de tal forma, e o porquê de não termos apoio de quem deveria estar do nosso lado... Eu só queria um abraço de verdade, um sorriso de verdade, uma palavra sincera, fugir um pouco de tudo.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Futilidade



Primeiramente, gostaria de me desculpar, por que provavelmente este post vai conter muito "Caps Lock", e "palavrões", e vai ser um tanto que crítico em relação às pessoas FÚTEIS que se importam apenas com seus belos carros importados, seus colares, suas bolsas, seus brincos, seus sapatos de marca, a única coisa que eu tenho á dizer é: VÁ A MERDA, POR QUE VOCÊ VAI MORRER E ISSO NÃO VAI FAZER A MÍNIMA DIFERENÇA, POR QUE VOCÊ É APENAS MAIS UMA MERDA CONSUMIDORA.
O motivo do post é uma cena tanto que triste e revoltante, que eu vi hoje, quando estava sentada junto de uma amiga, olhando para a rua, quando olho para o lado vejo três pessoas andando sobre cavalos, eu achei aquilo lindo *-*, por que eu adoro cavalos, eu os acho muito lindos. Pois bem, foi quando eu virei para minha amiga para contar o quanto eu achava bonito cavalos, e ouço um terrível barulho de batida.
Ao olhar ao redor, apenas vejo o "domador" do cavalo, o puxando, para longe de um carro, que por sinal, tinha arrebentado a pobre pata do cavalo T.T, mas, o que me deixou frustrada, foi ver o motorista sair do carro e olhar com uma cara de MERDA para o moço do cavalo, e dizer "ôô" e olhar o farol do carro para ver se não tinha quebrado, imediatamente, o cavalo que estava indo para os lados, estava MANCANDO.
Eu fiquei realmente puta da vida, e disse "CARA FILHO DA PUTA, SE IMPORTA COM A MERDA DO CARRO, PODIA TER MATADO O CAVALO" não me conformando, percebi que a moça que acompanhava o motorista, que possivelmente era um "dono do próprio nariz empinado", olhou para mim, eu apenas disse "O CARRO TEM CONCERTO, MAS O CAVALO NÃO", é claro que eu não disse isso gritando para o motorista... Foi aí que eu não me aguentei mais, e a minha amiga teve que me relaxar.



O que eu gostaria de dizer é que, mesmo que você junte toda a fortuna da sua vida, isso não vai adiantar de nada, pessoas que se importam com bens materiais, não tem nenhum caráter.