domingo, 22 de agosto de 2010

Superstição

Passar por debaixo da escada, ver um gato preto na véspera de halloween, dizer que quem usava preto praticava bruxaria, beijar os dados antes de jogar dá sorte. Quem nunca acreditou, ou até mesmo desconfiou dos "poderes misticos" das superstições?. Sexta-feira 13, às 03:00 hrs, se você acorda-se um "demônio" iria te "visitar", e a hora não iria passar. Superstição?.
É, há muito tempo, a superstição está "implantada" na nossa vida, quem por um impulso, usou uma roupa branca na véspera de Réveillon, pulou "ondas" no mar, para dizer que traria sorte?. É, nunca fui fiel há esses hábitos e pensamentos, já usei preto no Réveillon, já passei em baixo da escada, já quebrei o espelho de casa, já coloquei o dente embaixo do travesseiro esperando a fada madrinha mas, e a sorte e azar? sumiram? ou não gostam de mim?. 
Certamente, há sorte só virá para você, se você fizer coisas que há traram, não, realizando "tributos", para "implorar" de um certo modo que ela apareça. Se cada coisa fosse realizada desse modo, cada oração minha, cada pedido meu de natal, cada vontade de acabar com alguém, e até mesmo esqueçer, teria se realizado, eu teria ganhado na "mega sena", ou até mesmo ganho um carro, quando eu tive a oportunidade. Mas, não, nem tudo conspira á nosso favor, nem tudo tem que ser do nosso jeito. Uns, tem sim, mais sorte, que outros.
Claro, já usei aquelas fitinhas coloridas no braço (fitinhas do Bonfim), e fiz um pedido, mas, não posso garantir que tenha dado sorte ou azar, nem que tenha se realizado, mas, até hoje, ambas tirinhas estão no meu tornolezo. Apesar, da minha mãe, ter usado essas famosas tirinhas, e uma delas ter arrebentado, e, dizer, que seu pedido realizou-se. É, talvez as coisas sejam realizadas diferentes, para cada pessoa. 
Com base no Pe. Luiz Carlos F. "desde a Antiguidade, os povos eram cheios de crenças ligadas a aspectos mágicos, identificando situações que dariam ou não sorte àqueles que seguissem determinadas práticas. Muitas superstições nascem de hábitos do passado que fazem sentido, mas cuja razão se perdeu ao longo do tempo, multiplicando uma situação inexistente, que, muitas vezes, vem de modo fácil e tranquilo. Usar a roupa da sorte, a bebida especial, a planta de tal tipo."
Talvez, o medo seja maior que a razão, e o pensamento, mais forte que o corpo.

3 comentários:

giulia s. farias disse...

E é verdade. Coisas que dão sorte realmente não funcionam comigo. Eu tenho medo das três da manhã ): kk

Lií disse...

hauhauahau. Eu tbm tinha medo, justo mais quando tinha insonia g.g

Ly_Vhan disse...

XD Superstição, Coincidência de fatos ou apenas bobagem?
Eu acredito no mistério então prefiro acreditar do que descrer XD