terça-feira, 8 de junho de 2010

Toda criança.

Um dia resolveu fingir que era adulta, que a sua vida era baseada, apenas nas brincadeiras, na mãe atenta que sentava do seu lado, para dizer o quão bonitinho(a) ele(a) era, nas crianças que queriam correr descalços pela rua, nas risadas alheias vindo das brincadeiras com bonecas, nos pensamentos que não tinham culpa.
Agora, todas as crianças, que pararam de brincar de boneca(ou personagens de ação), descobriram que o mundo é baseado apenas, em ser superior que o outro, em sentir inveja de algo, em querer ser legal, em querer ser falso.
O pior, é ter que correr dos perigos, as pessoas estão perdendo a infância, pois, tem que ficar atentos para não serem vítimas de tarados, ou simplesmente, de terem os pais esquartejados(?), ou simplesmente, que sua casa desmorone por causa de um deslizamento. Mas o pior, é ter que aguentar o mundo cair sobre a sua cabeça, questionando o por que de você não ser tão bom.
Toda criança deveria ter o direito de aproveitar ao máximo sua infância, pois, é a única coisa, boa que essa pessoa vai querer lembrar, ou vai se arrepender de não ter feito, pois, toda criança não tem muitos problemas, mesmo que os pais briguem, que o mundo se vire, o que importava, era ter do lado, um amigo, um ursinho de pelúcia, um cobertor antigo, correr na rua e "lascar a sola do dedão" (?).
Podiamos chorar, mas no dia seguinte, iriamos nos levantar, e voltar a mesma rotina, nada era exigido, nada. Agora, crescemos, e temos que fazer tudo o que nos mandam, deixamos de aproveitar a vida, por que temos que fazer parte do mundo capitalista, a imaginação já nem existe mais, o dom de querer viver a cada dia, está se perdendo.
Mas, quem disse que a infância se perdeo e que não podemos tentar mudar tudo, esqueçer um pouco o mundo? Se ele pode nos atrapalhar, por que, não podemos esqueçê-lo? É eu queria que a minha infância voltasse, por que agora, eu espero chegar aos 18 anos, e ainda ter o que querer viver, sem ter que realizar a vontade dos outros.

2 comentários:

Arkk disse...

Da pra ser adulto sem perder a essencia de uma criança
mas é dificil bem dificil

Lií disse...

sim, é bem dificil.