terça-feira, 15 de junho de 2010

Pessoas.

Algumas delas, foram feitas para serem robôs, e trabalharem incansávelmente em algo, para aderir a uma meta, que ainda nem sabem que existem, e o pior de tudo, é ter sua vida inteira, tentando atingir tal meta, sendo que ela está em constante mudança.
Outras, já foram feitas, para sorrirem e serem expontaneas, sem preocupação, e que se algo de ruim acontecer, não ligam.
Algumas pessoas, em certos momentos, atinguem um nível de felicidade tão incrível que nem se importam com o que os outros pensam, mas tornam tudo engraçado, e divertido. Mas, algumas pessoas, não se satisfazem em ver alguém feliz, e fazem de tudo, para irritar o máximo possível essa pessoa, tornando ela, num nada.
Outras pessoas, já foram feitas, para serem amigas, presentes, mas, existem tantos amigos, alguns servem simplesmente para os momentos difíceis, outros, já servem para diversão, outros, apenas servem para ouvirem e expalharem, alguns, servem para serem fiéis, outros já não.
Mas, que diabo de pessoas? são tão diferentes, mas algumas sempre aparecem e estragam as coisas. Tudo deveria ser tão simples e fácil. Mas nada é. Sim, cada um se indentifica com uma forma de pessoa, mesmo que diga "Não! eu jamais me envolvi com alguém falso" está errado, você nunca sabe, o que se passa na cabeça do outro, o que aquela pessoa fala de você, tudo está em constante mudança, até você, vai mudar, e vai perceber que, pode acabar se tornando seu pior pesadelo.
Mas o que não se pode fazer, é deixar de acreditar, de querer realizar, e não seja otimista, seja mais realista, não iluda seus filhos, não seja otário, acredite no que seus olhos veem, eles são mais verdadeiros que sua mente.
É as pessoas, são diferentes, estranhas, legais, zoofilicas, taradas, com algum estado de alteração na cabeça, não ter pernas, não tem braços, sofreram um acidente, morreram, perderam um parente, passam por situações dificeis, mas NÃO DEIXAM (deixaram) DE SER PESSOAS.

Nenhum comentário: