sábado, 1 de maio de 2010

Talvez.

Talvez eu seja uma garota estranha, diferente. Talvez o mundo não pare para pensar na realidade, não entenda o que é dizer "eu te amo", talvez, todos queiram um minuto de sossego enquanto, o seu vizinho grita por socorro, ou luta para ter uma vida.
Talvez no preocupamos tanto com nosso próprio nariz, que acabamos por dizer coisas de quem nem ao menos conheçemos, talvez, a gente pense muito no nosso futuro e não deixamos as coisas acontecerem. Talvez, eu seja a mistura de tudo, talvez, eu grite por socorro, talvez eu ignore o meu vizinho por que eu sei que não posso ajudá-lo.
Talvez, as pessoas deem risadas das pessas que estão, excluídas do verdadeiro mundo, do mundo que todos podem fazer o que quizerem, do mundo, que as drogas são livres para quem quizer usar, do mundo que as garotas são usadas pelos homens, do mundo, que todos bebem, do mundo que a cada dia você não sabe se vai voltar bem para casa, do mundo que tudo tem que ser uma festa. Mas, e o nosso mundo?, aquele que sempre pede socorro, que a gente ignora, pensando que devemos viver a cada dia, antes que ele acabe, mas, talvez, se nos fizermos algo, seja diferente, e talvez assim, aproveitemos melhor a vida.
Talvez, nós sejamos um pouco de casa pessoa, um pouco de cada coisa, um pouco de tudo, um pouco que se transforma em muito, um pouco que quando se junta pode mudar a forma das pessas agirem e pensarem, somos um pouco que unidos, podemos mudar tudo.
Talvez pensamos diferente, e talvez por isso, transformamos quase tudo em preconceito, talvez por acreditarmos tanto em algo, acabamos por tomar atitudes erradas, talvez se pensarmos tomemos as atitudes corretas. Talvez, quem sabe, podemos nos dar o valor de acreditar em algo diferente, talvez um dia, a gente possa realizar nossos sonhos.
É talvez, quem sabe..

5 comentários:

Marcela disse...

Olá,

Difícil é descrever a sensação deste Mundo sem reação, reação talvez como seu post anterior, onde as pessoas perdem sua própria identidade e se perdem meio a suas máscaras. Diante disto, eu (particularmente) acredito na modificação dos seres, talvez a longo prazo em que eu não mais esteja aqui, mas acredito.
E essa crença em almejar algo de bom, revitaliza a vontade de estar vivo...

se puder vá ao meu blog, de repente poderíamos trocar figuras:

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

Thamyzinha Iwasaki disse...

bEM NO estilo do Willian SHAKESPEARE

muito lindo,faz no reflitor sobre a vida...
Será que ainda aproveitamos,no caso eu não consigo aproveitar a vida!
Sentada não é a solução!

Daniel Lima disse...

Acredito que as pessoas se usam de diversas maneiras e não só o homem a mulher. As vezes um momento vale pela vida inteira.
O mundoestá perdido.
Obrigado pela visita e estou retribuindo.
T+

www.comdestaque.blogspot.com
www.sarau2eteres.blogspot.com

Thamyzinha Iwasaki disse...

Olá, indiquei um selo em meu blog para você.

http://thamyzinhaeminhascomposicoes.blogspot.com/2010/05/selos-recebidos.html#links
beijos!

Lií disse...

Bgd *-*