sexta-feira, 9 de abril de 2010

" Não adianta amar"


Não Adianta amar

Eu sei que o tempo passou
ele nos castigou
fez de nós seu escravo
agora eu só quero fugir

Por favor,me dê a mão
e vamos fugir da escuridão
só não se esqueça do nosso amor
ande e siga-me

Abra os olhos e perceba
que tudo entre nós acabou
o mundo se virou contra nós
não adianta mais tentar

O amor não fez nada
ajudou-nos somente a lamentar
e fez-nos esqueçer
quem realmente somos

Eu tento esqueçer
essa louca ficção
e nem por um segundo
consigo não pensar

Nossos corpos se encontraram
a escuridão não nos encontrou
e nossa história
finalmente teve um fim.

4 comentários:

Alisson disse...

vc me descreveu agora, to sem palavras...
nunca me identifiquei assim rsrs
até parecem minhas palavras....

meu maior medo é que isso se repita, sabe,
ja ouviu falar que o medo é o excesso de
experiência? rsrs
então, depois do meu ultimo relacionamento,
que terminou que nem a sua poesia, eu to
com medo de passar por esse sentimento
denovo, porque é foda esse sentimento, uma
vez que vc sente ja doe e fica pra vida toda,
imagine mais de um rsrs
lindo poema, não consigo nem comentar
sobre os versos ou tecnica...
é o maior parabens que dou pra alguem...
a diferença é que no caso eu sou homem e pensei exatamente dessa forma, da forma como
uma mulher ta pensando rsrsrsrs
belo blog
http://alisson-monteiro.blogspot.com/

Lií disse...

Pois é,as vezes somos dominados pelo medo de errar de novo,ou substituir alguem em especial.Mas sempre temos que seguir adiante,se nao foi agora,logo sera.É com os erros que a gente vai aprendendo,mas ele sempre anda de mão dada com o sofrimento. ''/
Kk' bom saber que você sabe um pouco,o que as mulheres sentem :]

Arkk disse...

Ficou lindo
Da Vontade de reler
de sair montando um quebra-cabeça com imagens!
=D

Lií disse...

*--*