quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Sabe, quando tem momentos, não momentos bons ou ruins, mas momentos que você não sente praticamente nada, por mais que queira, você não consegue pensar em uma maneira de parar, de ser tão fria com alguém, de querer sorrir, mas não conseguir por que nada, nada mesmo, consegue sair de dentro de você?
Claro que existem motivos para nós (eu) estarmos assim, mas, é tão estranho tentar descobrir o porquê, desse motivo. Às vezes é a nossa família, nossos amigos, nossas atitudes, nossos pensamentos, que por mais que sejam  bons ou ruins, sentimos uma ponta de vontade de querer sumir de tudo, justo quando parte de tudo isso, começa a desmoronar, e você pensa como será sua vida adiante, não adianta lutar, nem ao menos tentar levantar a cabeça, tudo, continua em declínio.
Sinto-me perdida num mundo que não criei, numa felicidade que não vivi, em pessoas que não estão aqui, e por mais que eu tente sorrir para alegrar aos outros, ele parece tão vazio, que nem faz diferença. Eu só queria entender o porquê, de eu estar assim, o porquê das coisas acontecerem de tal forma, e o porquê de não termos apoio de quem deveria estar do nosso lado... Eu só queria um abraço de verdade, um sorriso de verdade, uma palavra sincera, fugir um pouco de tudo.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Futilidade



Primeiramente, gostaria de me desculpar, por que provavelmente este post vai conter muito "Caps Lock", e "palavrões", e vai ser um tanto que crítico em relação às pessoas FÚTEIS que se importam apenas com seus belos carros importados, seus colares, suas bolsas, seus brincos, seus sapatos de marca, a única coisa que eu tenho á dizer é: VÁ A MERDA, POR QUE VOCÊ VAI MORRER E ISSO NÃO VAI FAZER A MÍNIMA DIFERENÇA, POR QUE VOCÊ É APENAS MAIS UMA MERDA CONSUMIDORA.
O motivo do post é uma cena tanto que triste e revoltante, que eu vi hoje, quando estava sentada junto de uma amiga, olhando para a rua, quando olho para o lado vejo três pessoas andando sobre cavalos, eu achei aquilo lindo *-*, por que eu adoro cavalos, eu os acho muito lindos. Pois bem, foi quando eu virei para minha amiga para contar o quanto eu achava bonito cavalos, e ouço um terrível barulho de batida.
Ao olhar ao redor, apenas vejo o "domador" do cavalo, o puxando, para longe de um carro, que por sinal, tinha arrebentado a pobre pata do cavalo T.T, mas, o que me deixou frustrada, foi ver o motorista sair do carro e olhar com uma cara de MERDA para o moço do cavalo, e dizer "ôô" e olhar o farol do carro para ver se não tinha quebrado, imediatamente, o cavalo que estava indo para os lados, estava MANCANDO.
Eu fiquei realmente puta da vida, e disse "CARA FILHO DA PUTA, SE IMPORTA COM A MERDA DO CARRO, PODIA TER MATADO O CAVALO" não me conformando, percebi que a moça que acompanhava o motorista, que possivelmente era um "dono do próprio nariz empinado", olhou para mim, eu apenas disse "O CARRO TEM CONCERTO, MAS O CAVALO NÃO", é claro que eu não disse isso gritando para o motorista... Foi aí que eu não me aguentei mais, e a minha amiga teve que me relaxar.



O que eu gostaria de dizer é que, mesmo que você junte toda a fortuna da sua vida, isso não vai adiantar de nada, pessoas que se importam com bens materiais, não tem nenhum caráter.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Quem quizer pode ver meus posts do Tumblr aii do lado :B
Sabe quando você se cansa, quando tudo parace em desespero e agonia, mas você levanta a cabeça sorri para o destino, e diz "FUCK YEAH" hauhauahuaa

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Essa semana eu vou desativar TUDO. O motivo é a semana de provas chegando na escola, tanto do ensino médio como o técnico de noite .-. E eu percebi que estou muito ruim em matématica, quimica, física...enfim...hauhauaa.
Mas, vou deixar uns links aqui, de sites que eu costumo entrar quando estou sem nada para fazer. =D

1° - Cyanide and Happiness
2° - Ñ intendo
3° - Gargalhando
4° - Ah Negão

E para quem não preferir alguns desses, confiram os links anexados em algumas das ultimas postagens, com marcação de "Curiosidade" há uns sites bem interessantes.
É isso, nós vemos, provavelmente, depois do dia 6/12, ou antes D:

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Fobias.


Algodãofobia – Medo de bolas de algodão

“Alguém compartilha comigo meu terror de bolas de algodão? (É tão terrível, que elas me causam ataques de pânico.) Estou falando sério… Desde que era criança eu não podia tocá-las, e enquanto eu ficava mais velha passei a desenvolver um medo tão extremo, que tenho reações físicas apenas ao pensar nelas. Eu as evito nas lojas e não permito que entrem em minha casa. Eu sei, muitos dos meus amigos acham que é muito engraçado, mas eu preferiria ficar de pé no topo de um arranha-céu, cercada de aranhas e cobras do que ter que olhar para uma bola de algodão novamente.”
Medo de bolas de algodão é uma das novas fobias que ainda tem que ser nomadas oficialmente. O nome proposto é simples: algodãofobia.



Globofobia – Medo de bexigas

Definido como “um medo persistente, anormal e irracional de bexigas”, a cada ano essa fobia surpreendentemente comum causa dificuldade a inúmeras pessoas. A fobia em si se manifesta de maneiras diferentes. Alguns sofrem por quase todo o tempo e outros apenas por estímulo direto. Todos possuem sua única fórmula de como e quanto se sentem mal.
Como muitas outras fobias, a globofobia é criada por um mecanismo de proteção da mente inconsciente. Em algum ponto do passado provavelmente houve algum evento ligando as bexigas com trauma emocional.



Coulrofobia – Medo de palhaços

A fobia é bem comum nas crianças, mas é encontrada nos adolescentes e adultos também. Os acometidos por este mal geralmente sofreram uma experiência pessoal ruim, em tempos passados, com palhaços ou viram alguma imagem sinistra na mídia. Um estudo recente descobriu que as crianças têm medo das decorações de hospital com base em palhaços. Nenhuma das crianças e adolescentes pesquisados afirmou gostar de palhaços.



Gimnofobia – Medo da nudez

É o medo ou ansiedade sobre ser visto nu e/ou ver outros da mesma maneira, mesmo em situações onde ela é sociamente aceita, como no vestiário.
Os gimnofóbicos podem experimentar medo de nudez em frente de todos ou de pessoas específicas e podem considerar seu medo como irracional. Essa fobia comumente surge de sentir-se inadequado porque o corpo seria fisicamente inferior, particularmente em comparação com as imagens idealizadas da mídia. O medo também pode estar relacionado com a ansiedade sobre a sexualidade em geral.
Também está relacionado com a imaginação persistente de vulnerabilidade associado com aqueles que já viram a gimnofóbica nua, porque eles estariam, supostamente, continuando a imaginá-la pelada.


eu sou aracnofobica (medo de aranhas)
Fragmentos tirados do site: Hypescience

domingo, 14 de novembro de 2010

Dia da mulher


8 Março de 1857 - "Aconteceu numa fábrica de tecidos onde só trabalhava mulheres. Elas ganhavam muito mal e eram praticamente escravizadas. Fizeram um protesto, entraram em greve mas nada adiantou. O dono da fábrica trancou todas elas mas a fabrica pegou fogo. Cerca de 190 mulheres foram queimadas vivas em uma fábrica de tecidos ROSAS.
Esse dia ficou conhecido como o dia internacional da mulher, e é por isso que há essa associação de rosa com mulher. 
Ou seja, o dia da mulher é um dia simbólico, onde prova mais uma vez a desigualdade entre os sexos perante a sociedade."


Fragmentos tirados da comunidade do orkut: "Cubra os peitos;"  tópico: aqui.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Jacqueline - Lií - "Dona" do Blog.

A saudade me invade toda vez que me lembro...de como era bom, sentar e simplesmente ignorar o fato de eu estar crescendo, de sair por ai feliz, correndo descalça, gritando para os garotos da rua me passarem a bola, que eu iria fazer um gol, ou, simplesmente, esquecer que eu cometi erros, e que sempre achei minha vida um tédio.
Mas, sempre que eu me recordo de como era bom, sentar na calçada totalmente molhada de suor por ter corrido o bairro, tentado me esconder, e tinha que voltar correndo para gritar que eu estava livre, e que ninguém mais poderia me pegar, ou simplesmente, quando corria sorrindo por ser uma das mais rápidas.
São lembranças, saudades, e vontade, que quase não voltam mais, agora, eu só tenho aula de Educação Física, mas todos perdem a noção de querer liberar endorfina e sorrir como antes, a maioria das pessoas, cresceu tão rápido que nem sequer aproveitou a infância, e eu por sorte, não fui uma delas, mas agora eu vejo o quanto eu poderia ter aproveitado mais, eu cansei, de ter que me lidar com responsabilidades, com brigas familiares, com casos amorosos, com tudo.
Eu quero voltar a ser menor ainda de idade, de correr na rua até machucar meu pé e gritar para minha mãe que está doendo, e ela olhar para mim com cara de que já esperava por aquilo, mas, a melhor sensação era quando ela me abraçava, e quando meu pai, me pegava e me erguia para cima, me chamava para limpar o carro, ou para sair um pouco de casa, tomar um sorvete...Era tudo tão perfeito, que agora é como se eu não tivesse mais vida.
Eu não quero ser adulta, eu não quero crescer, mas eu também, não quero ficar uma vida inteira vivendo tudo repetidamente, eu quero que as coisas mudem um pouco. Eu tenho saudade de tudo aquilo.

domingo, 7 de novembro de 2010

Transtorno do comer compulsivo


"A doença caracteriza-se pelo consumo de grandes quantidades de alimentos e perda do controle, sem o comportamento compensador como a indução de vômitos ou abuso de laxantes, como é visto na bulimia nervosa, outro distúrbio alimentar.
O transtorno atinge principalmente mulheres nas idades de 20 a 30 anos, tendo a prevalência de 1,8 a 2% da população, que como se pode notar é um transtorno freqüente.
Nos EUA, é conhecido como "binge eating" (ou orgia alimentar), devido aos episódios de comer compulsivo serem freqüentemente no período da noite, onde as outras pessoas não estão para censurar, e comem até se sentirem empanturradas, seguido de sentimentos de culpa, ansiedade, raiva do ato de comer, perda do controle do próprio corpo e vergonha.
As pessoas costumam ser obesas, devido à sua ingestão alimentar ser muito superior ao seu gasto energético. A doença está freqüentemente ligada à uma situação onde o doente não tem controle das suas emoções.
O transtorno freqüentemente está associado a outros transtornos, principalmente de ansiedade. Os tratamentos até agora empregados são feitos com os antidepressivos, terapia comportamental-cognitiva, terapia interpessoal e programas para redução do peso corporal.
Tendo em vista as várias doenças relacionadas com a obesidade que essas pessoas estão propensas, como hipertensão, diabetes tipo 2 e dislipidemias (aumento das gorduras sangüíneas) juntamente com o descontrole no hábito alimentar, é fundamental o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar com médico, psicólogo e nutricionista para evitar os episódios de comer compulsivamente e da mudança gradativa nos hábitos alimentares."   

Bem, eu postei isso, por que, foi um dos temas de uma questão do ENEM, e eu realmente me interessei. Comer,Comer, e comer mais, que mal tem?

sábado, 6 de novembro de 2010

Dia dos namorados Macabro

Tom (Jensen Ackles, do seriado Supernatural) volta à sua cidade natal dez anos após o massacre do Dia dos Namorados, quando 22 pessoas foram assassinadas. Em sua volta, o protagonista acaba sendo o principal suspeito do massacre. Poucos acreditam em sua inocência, entre eles uma antiga paixão, Sarah Palmer (Jaime King), que está disposta a ajudá-lo.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

O mundo é uma tragédia para os que sentem e uma comédia para os que pensam
(Sorte de hoje - Orkut).

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Curiosidades "Idiotas".



Tecno Privacy Scarf:

"Para se livrar do incômodo de ter pessoas olhando sobre o seu ombro enquanto digita algo no computador, o americano Joe Malia criou uma manta que envolve a tela, impedindo que chatos vejam o que se passa. A invenção foi também adaptada para iPods e PSPs. Aconselha-se não caminhar enquanto estiver utilizando uma Tecno Privacy Scarf."


invenção tecnológica:


  
Pessoas:

."Um homem ficou retirando neve da rua com uma pá por mais de uma hora, durante uma tempestade de neve em Chicago, para poder estacionar o seu carro. Terminado o trabalho, foi buscar o carro e, ao voltar ao lugar que tinha preparado com tanto esforço, encontrou uma senhora que tinha acabado de estacionar, com a maior naturalidade, no espaço que ele liberara. Explicou à polícia: – Como poderia deixar de dar dois tiros de fuzil na mulher?"

."Na crônica local do jornal da cidade de Ypsilanti, Michigan, apareceu a notícia de um assaltante que entrou no “Burger King” da cidade às 5 horas da manhã, apontou uma arma para o caixa, e ordenou que lhe entregasse o dinheiro. O atendente explicou que devido a uma trava eletrônica, não poderia abrir o caixa sem um pedido. O homem então pediu cebolas fritas e o atendente retrucou que, pelo sistema, não poderia servir cebolas no café da manhã. O assaltante, frustrado, foi embora".

Leis:
Alemanha
* Uma almofada pode ser considerada como uma arma passiva.
* É proibido andar de máscaras pela rua.
* Em qualquer escritório há de se poder ver pelo menos parte do céu.


Canadá
* É ilegal tirar o curativo em público.
* Em Alberta, se você esteve preso e foi liberado, tem direito a pedir um arma carregada e um cavalo para sair da cidade.
* Em Ottawa a lei proibe chupar picolé no domingo atrás do Banco.
* É proibido tentar aprender bruxaria. 

Pet Rock
"Qual é a ligação entre uma pedra e um animal de estimação? Nenhuma?
Estás enganado, o Pet Rock é uma pedra de estimação que já foi comprada por mais de 5 MILHÕES de consumidores!"



Fonte: InvençãoTécnologica  Pessoas  Leis  PetRock


ps: estava com tédio, e postei isso.


segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Breaking Benjamin

The Diary Of Jane
If I had to 
I would put myself right beside you
So let me ask
Would you like that?
Would you like that?

And I don't mind
If you say this love is the last time
So now I'll ask
Do you like that?
Do you like that?

No

Something's getting in the way
Something's just about to break
I will try to find my place in the diary of Jane
So tell me how it should be

Try to find out what makes you tick
As I lie down
Sore and sick
Do you like that?
Do you like that?

There's a fine line between love and hate
And I don't mind
Just let me say that I like that
I like that

Something's getting in the way
Something's just about to break
I will try to find my place in the diary of Jane
As I burn another page
As I look the other way
I still try to find my place in the diary of Jane
So tell me how it should be

Desperate, I will crawl
Waiting for so long
No love, there is no love
Die for anyone
What have I become

Something's getting in the way
Something's just about to break
I will try to find my place in the diary of Jane
As I burn another page
As I look the other way
I still try to find my place
In the diary of Jane

(É uma das músicas que eu mais gosto.)

domingo, 31 de outubro de 2010

Sakura Card Captors


Eu só quero e espero
Ter pra sempre você junto a mim
Não me atrevo, tenho medo
De dizer que te amo que te quero assim


Por quê? Por quê? Por quê? Por quê?
Quero viver contigo a vida inteira
Te darei meu amor
Com você eu quero voar


Nos seus braços quero viver para sempre
Só te dando o meu carinho
Para nós pode até parar o tempo
Tudo eu farei, não te deixarei
Te amo, te amo, te amo, amor...
Quero o teu calor!


(Abertura - Catch You, Catch Me)

sábado, 30 de outubro de 2010

Andei pensando e cheguei à conclusão que...quase ninguém realmente se preocupa, com o que diz se preocupar, todos entram em "comunidades" só para dizer que se preocupam, mas, quem realmente faz isso?, alguns simplesmente querem fazer um movimento para acabar com tudo, outros, só dizem se importarem, mas, realmente se importam?
Do que adianta entrar em uma "comunidade" que seja sobre a pobreza e a fome, sendo que quando aparece um simples movimento comunitário, próximo, as pessoas nem ligam, e nem doam nada, nem fazem nada para ajudar, e depois vem dizendo que se importam e que sentem tristeza de verem as pessoas passando fome ou qualquer coisa do tipo.
Quantas pessoas eu já vi pedindo dinheiro, comida, ou o que quer que seja, (certo, algumas, realmente, usam esse meio para se drogarem), mas, se ela pede por comida, e você tem dinheiro, por que não ir com ela ao supermerdaco e comprar algo para ela? isso te incomoda? então pare de fingir que se importa.
Realmente, dos ques entram em "correntes" assim, pouca parte realmente se preocupa em ajudar, em doar algo, em deixar algo que é seu para outra pessoa. Pense Nisso, deixa de HIPOCRISIA !

Inquietação.

Passava-se das seis horas da manhã, ele podia sentir aquele cheiro de perfume no teu corpo, se lembrava da noite anterior, dos copos de bebida, das garotas que ele havia seduzido até o seu quarto, dos bustos que havia se aproveitado, não havia deixado nada passar, mas, havia uma garota que ele não tinha esquecido... No entanto não se lembrava de sua face, só de seu corpo, do seu piercing, da sua fragrância, ela era agradável.
Decidiu se levantar da cama tomou um breve banho, fez a barba, e vestiu uma camiseta xadrez que combinava com seus olhos escuros, colocou a primeira calça que achou, em meio às tantas roupas intimas que ele decidira  jogar fora depois. Logo, pôs-se a sentar na cama, e avistou em meio à bagunça, uma foto, uma simples foto, com uma carta, endereçada á ele. Por algum tempo, hesitou em pegá-la, não se lembrava de quem poderia tê-la deixado ali, mas, seguindo um breve impulso, esticou os braços, e a pegou. Olhou atentamente a foto, antes de abrir a carta, não imaginava quem poderia ser, logo, apalpou a carta mais uma vez, sentiu uma fragrância diferente ele reconhecia aquele cheiro e pôs-se a abri-la.
Sentia-se tão estranho, simplesmente, jogou a carta no chão, olhou a foto novamente, e ele não sabia o que fazer, sim, era mais uma típica sena clássica dos filmes de comédia romântica. A garota mais feia do colégio, a mais humilhada, havia florescido, e roubara o coração de todos os rapazes que haviam feito mal há ela, mas, com um pequeno acréscimo de suspense, a garota havia deixado uma surpresa.
Sentado na cama, não deixava de pensar na garota, e como, ela poderia ter ficado tão bonita e diferente, e ainda, como havia conseguido seduzi-lo tão diferente... Ele se pôs a deitar na cama, e começara a lembrar da noite anterior, e de simples versos escritos... "Eu sempre quis você"...."Nos tornamos um só pela primeira vez"..."Obrigada"....Ah! Ele se sentia tão poderoso, e ao mesmo tempo, parecia sentir amor. Imediatamente, levantou da cama, e fez o que nunca havia feito, ligou para uma das "garotas da noite anterior".

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Os verdadeiros GOLFINHOS

Fragmentos tirado do blog "Q coisa"
"doentes depravados que praticam infanticídio entre sua própria espécie e estupro em massa. Sim, estupro em massa. Além disso, eles espancam propositalmente Botos até a morte por pura diversão.
Golfinhos também são conhecidos por se aproximar de mergulhadores com intenções suspeitas e se esfregarem neles até obter algum tipo de prazer sexual. E por eles serem tremendamente mais fortes e ágeis que os humanos, as suas vítimas sexuais normalmente saem doloridas desse encontro. Pelo menos uma morte de mergulhadores registrada por ano é atribuida aos golfinhos."

Agora temos uma nova forma de pensar sobre os golfinhos. '-'
Hey Hey, Tanto tempo sem postar aqui O:
Sinto que estou abandonando o blog, mas eu não quero fazer isso, ele é meu cantinho, mesmo que seja de desespero, e de angustia, e de solidão, é meu cantinho.
Pois bem, ontem teve festa de Halloween da escola, eu fui de "Múmia/Zumbi", bem, coisas legais *-* aconteceram, e notícias me deixaram triste, é, eu sempre digo "Algo de bom ou de ruim, acontece em festas, justo mais comigo".
Vi pessoas dançando parecendo bebâdos, vi pessoas tentando conquistar ou conseguir algo, vi pessoas com fantasias muito "foda", vi pessoas magoando outras ( e me deu muita vontade de bater nessa pessoa :@) hauhau, mas, sem violência.
Mas, de certo modo, eu pensei muito ontem quando cheguei em casa, 01:00 por aí.....e eu acho, que eu deveria, esconder um pouco mais do que eu sinto pelas pessoas. hmm....
Bem...é isso....eu tinha uma ideia muito legal para postar quando eu tava sem internet...mas agora, eu não lembro o que era O:
Bem, eu PROMETO, que vou voltar a postar, só preciso de um tempo - hehe.

:**

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

As pessoas não deveriam sentir, elas se machucam quando sentem algo.
E não importa o que fizerem, não podem tirar essa dor. Ela atinge o peito, e não tem remédio. Só o tempo, e a força, para acabar um pouco com isso. Mas, de qualquer modo, sempre dói.
Mas, de qualquer forma, ninguém, precisa saber que eu estou assim. :] 
Eu nunca vou ficar assim, por muito tempo.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Parceiros? sim, agora o blog "Dreams - garotalii", tem como parceiro o blog da Ly_Vhan
O blog dela tem diversidade de assuntos, e sempre traz novidades e assuntos diversos *----* vale a pena conferir.
Alguns dos ultimos posts foram sobre Paramore, Top6 Músicas, e sobre a familia Vhan
Nao é um homem que machuca a mulher, não é um tapa que dói, não é a face do medo que assusta.
É a forma como as coisas acontecem, que acabam nos deixando, sem equilibrio, e fora do normal.

domingo, 17 de outubro de 2010

Eu só queria saber, por que, a maioria das vezes, eu sinto essa sensação de querer te abraçar...Eu sou tão idiota.
Tudo se perde, nada se encontra, olhos se cruzam, para dizer que nada mais resta, que um simples olhar nada mais significa. FODA-SE eu nunca me importei.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

So now I'll ask

Por que, algumas pessoas tem tanto medo, de se relacionar, simplesmente, ficar do lado de alguém?. (certo eu nao queria começar assim, mas nao achei um começo legal).
Alguns filmes, de comédia romantica, fazem-nos lembrar de como era bom estar do lado de alguém, e simplesmente, abraçar aquela pessoa. Hoje, eu tive um "flash" da minha infancia, e das pessoas das quais eu conheçi (tava no banho)...Lembrei, de uma garota que há tempos nao vejo, e que ela era um tanto especial, mas, o pior de tudo, é nao conseguir me lembrar de nada que fazia com ela, eu apenas me lembro, do sorriso dela, e como era legal sair correndo na escola, brincando com ela, e com alguns meninos (4°série).
E depois, simplesmente, eu lembrei de uma pessoa que foi um tanto que especial para mim, mas, eu me pergunto se eu deveria me largar do passado, e esqueçer de tudo....Mesmo que tenha sido bom...
E que por mais que eu lute agora, para tentar reviver um pouco daquilo, eu percebo que já estraguei demais a minha vida, e que fiz as escolhas erradas, mas, eu conheçi pessoas realmente importantes, pessoas que eu amo agora, e pessoas que eu também odeio.
Mas, eu nao sei o que fazer, simplesmente, abrir os braços e me relacionar mais? ou, fechar as mãos para tudo? simplesmente tentar me esqueçer do passado, esqueçer de tudo que eu fiz...Há momentos que realmente eu queria isso. Mas, eu nao entendo....Por que?....

If I had to....I would put myself right beside you (8) Breaking Benjamin

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

De repente, eu me sinto tão vazia. Talvez, eu tenha me enganado achando que podemos esqueçer alguém com um outro alguém, ou que eu poderia fazer alguém sorrir, o pior é tentar, mostrar que eu poderia ser feliz, mas, talvez eu não possa. Minha conciencia pesa, meu coração quer parar, eu quero chorar um pouco, eu quero um abraço gostoso. Eu quero esquecer?! que diabos está acontecendo comigo?! E por que, pessoas que se amam, paresem não dar certo, é uma louca dança idiota. Fuck You Love.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Sim, alguns posts estão ficando chatos. Eu sei, eu sei. Mas logo logo, eu posto denovo coisas interessantes....Sem tempo.

By: Cyanide & Hapiness Traduzidos.
*-*

domingo, 3 de outubro de 2010

De repente, parece tudo tão monotono, e que tudo está voltando. Eu não quero isso, eu cansei de ouvir isso.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Ali deixava de ser um monstro

Esforçava-se para manter o controle,para se lembrar de quem era, tentava, não correr mais aquela rua escura, tentava, não olhar mais aquelas antigas cartas, sonhava alto, gritava por clemência, queria que o destino pará-se por um momento de dizer, que ele havia errado.
Deitava no chão do quarto, sentia o medo subir e prenetrar no seu corpo á ponto de fazer  os pelos dos braços arrepiarem. Era uma sensação desagradável, toda vez, que se lembrava da sua alma saindo do seu corpo naquele dia, sentia uma sensação horrível, e desejava, muito, poder se livrar de tudo, e sair daquela maldita sela. Deixar, de ser, um prizioneiro.
Agora, com as mãos acorrentadas, com o coração quase, que, saindo pela boca, desejava, não ter segurado aquela arma, ter prendindo aquelas crianças na cama, ter feito tudo de mal, ter cometido todos aqueles pecados, sentia que, quando segurava, ou via, um rosto feliz, achava, que era preciso, acabar com tudo aquilo. Até que, tomou coragem, pegou a sua velha Colt 45 Magnum - proibida - e atirá-ra, na cabeça, daquele casal, instantaneamente, parte do cérebro, era visível. A outra, sofre-ra tantos danos, que simplesmente, a sua cabeça, tornará-se totalmente deformada.
Ria alto, por ter acabado com a felicidade de um casal de crianças, que brincavam numa rua qualquer. Mas, ao perseber, que algemas, estavam em seu braço, retomara o controle, e percebera que era um monstro.
Desejara tanto, naquele quarto escuro, ser a criança que era, mas, tirando a parte, de ter sido inúmeras vezes ofendido pelos colegas, e por isso, desejá-ra tanto, se vigar, quando cresce-se, mas mesmo tento, se vingado, nunca aliviou-se da vontade insana, de querer, matar.
Agora, lia, as cartas de um mundo inteiro, dizendo, que ele era um monstro. O que mais ele poderia dizer, além de um "me perdoe"?, tentava ser diferente, e voltar a ser o que era, não um homem cruel e assasino, mas, o homem que fora, quando tinha uma mulher, e uma filha - que morrera - sentia-se um lixo.
Ninguém, poderia o ajudar, ele desejava tanto, que sua mulher segura-se sua mão, e dize-se que estava tudo bem, mas, nada ia adiantar. Imediatamente, o homem de 23 anos, levantou-se, e num gesto violento, quebrou a cama, que se encontrava no canto escuro do quarto, e com a estaca retirada de madeira, chocou o peito junto á ela. E ali, deixava, talvez, de ser um monstro.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

ah.

As vezes, parece tão simples, querer fugir, querer fechar os olhos, querer ter uma simplicidade de coisas, mas, é enganação querer fugir do real, querer fazer um mundo imaginário.
Eu me enganei tantas vezes, achando que poderia, mudar tudo, achando que seria sempre aquela pequena garota, imaginária, do mundo fictício, que via a felicidade na atração. Eu achava tantas coisas, até que minhas memórias foram resgatadas, e eu lembrei de você. Eu fiquei tão pasma, e triste, por que, eu nunca fui assim com você.
Eu sempre te dei o direito de ser feliz, sempre quis te proteger, e agora, eu te vejo nos olhos dos outros, eu queria tanto, poder fazer o máximo, para te trazer de volta, para te dizer que ainda te amo, que ainda quero te abraçar, que eu te desejo, poxa, você era tão especial para mim, que agora, eu sinto uma súbita vontade de te abraçar denovo, e gritar pelo seu nome, mas, você não está mais aqui.
Eu ainda não sei, por que te mencionei tantas vezes nesse blog, quantas vezes eu me arrependi por tudo ter acontecido, mas, não, não que eu esteja dizendo que não te quero mais, eu quero você mais que tudo de volta. Eu preciso de você.
Eu cansei de tentar imaginar as coisas, de querer viver num mundo que eu não tenho, eu quero, me dedicar mais ao amor, me dedicar mais, as pessoas, eu quero esboçar um sorriso, eu cansei de que todos se preocupem demais comigo. Uma parte importante de mim, se foi á muito tempo, e eu sei que não poderei ter de volta. Aquele dia, aquela cena, aquela semana, vão sempre ficar na minha cabeça, e não há um momento que eu não chore pensando em você.
Por que, a culpa foi totalmente minha, de te deixar ir naquele dia, de ter errado, de não ter te ajudado, eu não sei como você se sentio naquele momento, mas, eu deveria ter pensado, você ainda era muito jovem, não sabia pensar, e precisava de mim. Me desculpe.
Eu sei que errei, e pretendo, não errar mais, mas, parece tão dificil, cumprir isso.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Sabe o amor?

Loveless - Anime
ele não começa com "era uma vez" e nem termina com "felizes para sempre". ele começa com um sorriso, uma lágrima. ele começa com palavras doces, simpáticas e verdadeiras. ele começa com um olhar, com uma conversa. ele começa como uma música, que faz todos entrarem nela e envolve cada vez mais em suas armadilhas. independente das pessoas, dos lugares, e dos tempos, sempre vai ser amor. o amor não é feito de palavrinhas idiotas, o amor é feito de grandes gestos, como aviões levandos faixas sobre estádios, propostas em telões, ou palavras gigantes escritas no céu. o amor é ir mais além mesmo que doa, deixando tudo pra trás . o amor é encontrar uma coragem dentro de si que nem se sabia que existia !
Fragmentos tirados da Comunidade do Orkut:   Sabe o amor?

p.s: Eu apenas axei o texto um amor. Isso não significa nada.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Eu me sinto assim.

Precisando de um momento, ouvindo música, gritando incansavelmente, e ficar sozinha, queta, sem me mover, as vezes são tantos problemas que eu acabo me perdendo, as vezes, são tantas as preocupações que eu desejo tanto uma abraço demorado, que dure por um longo tempo, ou simplesmente, pular em cima de algo, e por ali ficar, ou que, se preocupem menos comigo.
Ouvindo "The beatles" e imaginar ser John L. balançar a cabeça, e sorrir, e dizer eu estou bem, mesmo estando desesperadamente, cansada, querer pular, mesmo que eu machuque meus pés, querer algo novo, mesmo que nada seje velho. Desenhar nas provas, imaginando que quem fosse corrigir sorri-se, e me desse um ponto a mais por isso, ou até mesmo, que fica-se irritado, mas que dize-se que foi diferente.
Mas, eu não quero ouvir sempre as mesmas coisas, as vezes eu canso de tudo, eu queria, mudar um pouco, ou, eu esteja apenas carente, precisando de um abraço, de um pouco mais de carinho.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Rhythm of love ( Tradução).

Minha cabeça está presa nas nuvens
Ela implora pra eu descer
Diz: "Garoto, pare de brincar por aí"

Eu lhe disse: "Eu adoro a visão daqui de cima
O sol quente e o vento no meu ouvido
Nós vamos ver o mundo de cima
Enquanto ele gira ao ritmo do amor"

Pode ser que só tenhamos essa noite
Mas até amanhecer, você é minha, toda minha
Toque a música baixo e balance ao ritmo do amor

Meu coração bate como um tambor
Um dedilhado do violão
Uma linda canção a ser cantada

Ela tem olhos azuis profundos como o oceano
Que reviram quando ela ri de mim
Ela se ergue como a maré
No momento em que os lábios dela encontram os meus

Pode ser que só tenhamos essa noite
Mas até amanhecer, você é minha, toda minha
Toque a música baixo e balance ao ritmo do amor

Quando a lua está baixa,
Nós podemos dançar em câmera lenta,
E todas suas lágrimas vão ficar para trás,
Todas suas lágrimas vão secar

E muito tempo depois que eu tiver ido
Você ainda estará cantarolando
E eu vou continuar pensando em você
Seu jeito tão bom de fazer amor

Pode ser que só tenhamos essa noite
Mas até amanhecer, você é minha, toda minha
Toque a música baixo e balance ao ritmo do amor


segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Uma frase veio na minha cabeça hoje, "Seu jeito sutil", procurei uma letra que tivesse isso, mas, eu quase não axei, então, vou pensar em algo depois, para escrever.

Certo, essa semana e a próxima vão estar um pouco corridas (semana de provas), e vou deixar de postar um pouco ( sinto o blog sendo abandonado),  vou começar a ler "A menina que brincava com fogo" que ganhei da Mahzinha e da Natalie, apos a semana de provas.


domingo, 12 de setembro de 2010

Memórias de uma gueixa

É um filme estadunidense de 2005, dirigido por Rob Marshall com grande elenco. Recebeu 6 indicações ao Oscar e ganhou em tres: melhor direção de arte, melhor figurino e fotografia. Apesar das Geuixas serem japonesas, nenhuma das atrizes principais nasceu no Japão.
 

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

As vezes eu me sinto um fracasso, eu perco tudo, e quase nada ganho. Eu corro, incansávelmente, até algum lugar, e lá consigo, de certo modo, fazer, brotar um sorriso. Obrigada.




Fui na UPA hoje, tava muito bom *-*, apesar da profissão que eu quero não ter lá ( Designer gráfico). E ainda, a área de computação estar um pouco "desvalorizada". Eu adorei a visita, revi pessoas das quais eu amo, e me diverti muito.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Aos 13 achava que podia mandar,aos 12 esquecia dos estudos, aos 11 descobri o que era beijar, aos 10 não sabia o que era sexo, aos 9 corria na rua, aos 8 largava as bonecas, aos 7 não queria crescer, aos 6 perdia um dente, aos 5 não sabia o que era mundo, aos 4 fui a praia e tinha medo, aos 3 so queria brincar, aos 2 nem imaginava que eu mudaria tanto, aos 1, nem sequer sabia o que viria.
Como eu queria tudo de volta, pois aos 16 já cometi erros demais.

domingo, 5 de setembro de 2010

Por que, eu sempre pensei que pude-se fazer tudo, mas na verdade, eu não passava de uma boneca, sendo controlada.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Me odeie.

Qual é o teu segredo. Do que você tem medo. Não sou nenhum brinquedo. Que pode se quebrar. Me dê algum motivo. Por não estar contigo. Quero saber se você.  Tem um novo amigo. Que vai amar você. Como eu amei. E que também. Vai te proteger. E te dar o que. Eu não te dei.
Me desgrace. Me odeie. Só nunca esqueça. Que eu amei você. Me difame, me odeie. Só nunca esqueça. Que eu amei você.
Eu fui aos céus com você. E ao inferno também. Depois de ir às nuvens. Quase caímos no chão. Amar é muito fácil. Difícil é esquecer. Que um dia todo amor. Que tinha. Dei pra você
E quando percebi. Que não foi demais. Era muito tarde. Pra voltar atrás.  Pra te dar o que eu não te dei.
Por isso... Me desgrace. Me odeie. Só nunca esqueça. Que eu amei você. Me difame, me odeie. Só nunca esqueça. Que eu amei você.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Espero.

Espero aprender com os meus erros, pois há muito tempo deixei de acertar, me enganei com o fato, de acreditar que poderia mudar, deixei de ser criança, mas, nem por isso quis virar adulta, eu me apaixonei demais, fugi de casa muito cedo, me envolvi, tentei fazer de tudo, para conquistar um coração que parecia não ter dono, mas, quais as concequências que isso poderia me trazer? no momento eu achava que nenhuma, mas, logo, que percebi, já corria na chuva, atraz do trem, gritando para que você me esperace,e você, simplesmente segurou minha mão, e naquela noite, naquele vagão, me bateu, me deixou marcada, me deu a oportunidade de ter um filho.
Fiquei sozinha, por muito tempo, sentada numa escada qualquer, chorando, e pedindo por ajuda, até que levantei, e decidi criar um filho, meus pais não queriam mais saber de mim, era hora de crescer, até que tudo, virou luz para mim.
Agora, eu olhava atenta para o chão, lágrimas corriam do rosto, mas isso não significava que havia desistido, eu apenas levantei, e fui em busca de emprego, procurei na minha mala suja, a melhor das minhas roupas, a coloquei, mesmo estando totalmente amassada, era o que contava. Não me importava o que achavam, eu ia juntar dinheiro, daria uma vida pra esta criança.
Meses, passaram, eu tive um filho, um bom salário, comprei um casa, mas, nem tudo estava bem, ele voltou, e tirou de mim, o que me restava, tirou de mim minha criança que nem ao menos conhecia o mundo, como ele pode, entrar na minha casa e levar meu filho...
Eu não iria deixar barato, semanas, investigando e procurando, eu o encontrei, nada disse, mas logo o matei, agora, eu podia, ter uma vida......em paz. 

domingo, 29 de agosto de 2010

Pessoas legais moram longe.

É, infelizmente, a famosa frase, "pessoas legais moram longe", é verdade. Sabe, existem inumeras pessoas que conheçemos, que temos prazer de ter do nosso lado, mas, algumas, que surgem, do nada, nem que seja por um discursão idiota, no orkut, ou até mesmo num chat qualquer, acaba, se tornando especial.
Algumas, pessoas, sabem realmente, como mexer conosco, nem que seja, quando a "janelinha do msn" sobe, o coração já palpita, a angustia sobe, a vontade de conversar cresce, mesmo que não tenha muito assunto, uma pessoa qualquer, que você conheçeu por acaso, mesmo que more longe, se torna especial. 
Digo isso por experiencia própria, anos atráz, conheçi um rapaz um pouco mais velho, numa comunidade qualquer do orkut, e logo, começamos a conversar, nem que fosse um pouco, mas, sinceramente, eu amei ele desde aquele instante, não um amor de "eu o quero", nem de "um dia eu vou pegá-lo" mas, um amor do tipo "eu sei que posso contar com você". Realmente, há momentos que ninguém que eu conheço pode me ajudar, e ele sempre aparece quando eu mais preciso dele, mesmo que eu chore em frente ao computador, é como se ele estivesse aqui, me dizendo, para não me preocupar. Mas, é claro, nem sempre é para dizer sobre a minha vida, a conversa flui de uma forma encantadora.
Mas, nem sempre uma pessoa desconheçida é a pessoa "legal" que morra longe, ás vezes, são professores, ou até mesmo colegas, que de um certo modo, tiveram que mudar de cidade, ou país, por uma causa justa. As lágrimas percorrem sim, ao ter um contato, mesmo que não seja "cara a cara", com alguém, que mesmo não estando perto de você, te faz muito feliz.
É, há pessoas que mesmo de longe, encontram o par perfeito, já li inúmeras revistas de mulheres, e rapazes, contando que conheçeram alguém na internet, e dalí surgio um romance. Mas, eu não acho, que todos que conheçemos, devem ser uma "isca" para as nossa vontades. Mesmo, que seja impossivel conter, essa enorme vontade. Ahh, por que "Pessoas legais moram longe".


P.S - Realmente, este é o tema da 23° Edição Opinativa do projeto Bloínquês, mas admito, que de um certo modo, me emocionei, nunca relatei de tal forma, o meu amigo de distância. Jonas ♥

sábado, 28 de agosto de 2010

Parecia tão meigo e gentil, mas no fundo era repleto de ódio e insatisfação. Mas eu não me importava, tinha tantos que precisavam de mim, mais um perdido ou ganho, não faria diferença, eu prefiro, aqueles que sempre estiveram aqui, junto comigo. Eu amo vocês.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

As vezes eu pensava que poderia acabar com tudo, mas a única coisa que eu destruia, era o seu coração.

domingo, 22 de agosto de 2010

Superstição

Passar por debaixo da escada, ver um gato preto na véspera de halloween, dizer que quem usava preto praticava bruxaria, beijar os dados antes de jogar dá sorte. Quem nunca acreditou, ou até mesmo desconfiou dos "poderes misticos" das superstições?. Sexta-feira 13, às 03:00 hrs, se você acorda-se um "demônio" iria te "visitar", e a hora não iria passar. Superstição?.
É, há muito tempo, a superstição está "implantada" na nossa vida, quem por um impulso, usou uma roupa branca na véspera de Réveillon, pulou "ondas" no mar, para dizer que traria sorte?. É, nunca fui fiel há esses hábitos e pensamentos, já usei preto no Réveillon, já passei em baixo da escada, já quebrei o espelho de casa, já coloquei o dente embaixo do travesseiro esperando a fada madrinha mas, e a sorte e azar? sumiram? ou não gostam de mim?. 
Certamente, há sorte só virá para você, se você fizer coisas que há traram, não, realizando "tributos", para "implorar" de um certo modo que ela apareça. Se cada coisa fosse realizada desse modo, cada oração minha, cada pedido meu de natal, cada vontade de acabar com alguém, e até mesmo esqueçer, teria se realizado, eu teria ganhado na "mega sena", ou até mesmo ganho um carro, quando eu tive a oportunidade. Mas, não, nem tudo conspira á nosso favor, nem tudo tem que ser do nosso jeito. Uns, tem sim, mais sorte, que outros.
Claro, já usei aquelas fitinhas coloridas no braço (fitinhas do Bonfim), e fiz um pedido, mas, não posso garantir que tenha dado sorte ou azar, nem que tenha se realizado, mas, até hoje, ambas tirinhas estão no meu tornolezo. Apesar, da minha mãe, ter usado essas famosas tirinhas, e uma delas ter arrebentado, e, dizer, que seu pedido realizou-se. É, talvez as coisas sejam realizadas diferentes, para cada pessoa. 
Com base no Pe. Luiz Carlos F. "desde a Antiguidade, os povos eram cheios de crenças ligadas a aspectos mágicos, identificando situações que dariam ou não sorte àqueles que seguissem determinadas práticas. Muitas superstições nascem de hábitos do passado que fazem sentido, mas cuja razão se perdeu ao longo do tempo, multiplicando uma situação inexistente, que, muitas vezes, vem de modo fácil e tranquilo. Usar a roupa da sorte, a bebida especial, a planta de tal tipo."
Talvez, o medo seja maior que a razão, e o pensamento, mais forte que o corpo.

A vida inteira.

É, a vida inteira eu esperava, olhava pela janela, sonhava, com um rapaz que vinhesse com uma capa vermelha, me levar embora, e dizer que iriamos viver "felizes para sempre". Mas, nem tudo que eu queria, tudo que eu esperava era assim, as pessoas me abraçavam, os rapazes me iludiam, minhas amigas me consolavam, e eu chorava. Até que, por motivos, eu sabia que não podia desistir, até que eu encontrei você. E eu sei, eu estive assim com tantos outros antes de você, mas eu sinto como se fosse a primeira vez, e eu sei, que valeu a pena, dessa vez, eu não achava que fosse um principe, nem um sapo, mas, alguém que se encaixava em tudo, até mesmo no meu sofrimento, eu precisava de você. E eu acreditei nesse sentimento, e hoje, eu ainda não o larguei, por que eu sei, que você era único, e jamais iria embora. Mesmo, que barreiras aparecessem eu sonhava, e esperava por tudo que vinhesse, por que, eu sabia que valia a pena.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Nas mãos de uma criança.

Foto: Nelson Afonso

Mais um tapa, mais um soco, não importa se ela chorar, ela merece, é so uma criança. E você se questionava por apanhar? chorava? sabia que era errado?. Crianças, com seus 2,3,4 anos de idade, nem sequer tem consciência do mundo, e todos, vem com "paus e pedras" sobre suas cabeças.
Um garoto sem mais nem menos se aproxima, a mãe grita "não, não, não", mas o que significa esse "não"? Uma criança não consegue distinguir o certo do errado, o estranho do normal, mas tudo para ela é sim, novo. Um pai ou uma mãe não pode bater no filho, só por que disse "não", e simplesmente, o garoto continuou andando, e acabou pisando/tocando em algo que acabou machucando o pai/mão dele. 
Mas, e o diálogo? tantos pais, já disseram que tiveram filhos que não apanharam e se tornaram "bonzinhos". O que está acontecendo? virar lei, proibir de bater nos filhos, seria certo? Quem nunca perdeu a paciência e bateu no filho?Ou até mesmo aquelas crianças que insistem em continuar a atrapalhar alguém, mesmo depois da pessoa ter dito "pare", e ter "ameaçado"?. Alguns, exageram demais, alguns de menos, o que seria certo?. 
Certo, temos uma educação em casa, mas, a partir do momento, que nos misturamos a um outro vinculo social, podemos nos tornar outra coisa. Quem nunca viu um jovem de 16 anos falando "girias"? Agora imagine uma criança, que aos 2 anos de idade é posta em uma creche, por que os pais não tem tempo para ela, e ainda, exigem da escola, ou de qualquer outro local "educação".
Cabe, sim aos pais, saber dar uma educação "decente" ao filho, pois, mesmo que aos 2 anos de idade, a criança não tenha noção do mundo, ela vai saber quando, obedecer os pais, desde que eles, saibam impor o que se deve ser respeitado. A questão é como, cada um fará isso.


p.s: roubei o título do autor da foto, achei muito legal, e adorei a foto.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Por um simples impulso eu me perdi, mesmo que seja, para chorar um pouco, eu queria, que muitas coisas voltassem, eu queria, você do meu lado denovo. Talvez, eu exagere, mas, que mal tem, um simples coração ou uma razão gritar para ter algo devolta?. Talvez, eu só queira relaxar, e nada mais aproveitar.



(certo, meus posts estão pequenos, por que eu ando sem criatividade, motivação e tempo)

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Por que, quase ninguém entende, o que se passa. Eu queria saber mais. Eu queria ser mais que isso. Eu quero, que você acredite em mim.

sábado, 14 de agosto de 2010

Não me importo



De certo modo, o movimento me atraia, não me importava muito, em ter discutido com a minha familia, eu precisava correr um pouco, mesmo que todas as lágrimas agora caíssem por que, eu disse a todos que iria embora, para morrer. Eu corria envolta do parque, sim, próximo dali havia uma ponte, eu precisava subir nela. 
Perdia o fôlego, mas eu precisava, estava subindo a ponte, precisava correr mais rápido, cheguei ao topo. Sim, eu vou atravessar as grandes. Há, como essa sensação é agradável, mesmo que eu tenha perdido um pouco de ar, e mesmo que eu esteja fedendo de suor, eu estou melhor.
Droga, as lágrimas não param de escorrer do meu rosto, eu preciso relaxar. Ninguém, entende que eu preciso ser feliz, que eu preciso viver um pouco, mesmo que seja em outra cidade, eu quero seguir esse rumo, não me importo muito, que minha familia diga que eu não vá ter futuro, eu sei que vou ter, mesmo que seja pequeno.
O movimento da água está tão sutil, só isso para me deixar calmo. Maldição, utimamente as pessoas só pensam em lucrar, e ter uma base sólida e perfeita em casa, olhe, aquela cidade, nem ao menos consigo ver as estrelas, maldição, eu quero viver um pouco. Tenho que respirar um pouco, certo, eu perdi minha irmã mais velha, quando tinha 12 anos de idade, mas, a culpa não é minha se ela seguia rigorosamente, todas as regras em casa, o problema, é que, sempre que discuto com todos em casa, me lembro tanto dela, ela era tão perfeita, fazia tudo certo, e ainda me dava conselhos. Eu preciso dela.
O rapaz, olhou por alguns instantes o movimento do mar, se soltou das grades, limpou o rosto, tirou a carteira do bolso, e de lá tirou uma foto, colocou-a no bolso, jogou a carteira no chão e pulou na água, sim, o rapaz não sabia nadar.